quarta-feira, 4 de agosto de 2010

BOLINHAS

Usamos algumas vezes. Eu nunca tinha visto até os dezoito anos.
Aqui na nossa cidade só tem um sex shop e é só lá que se encontram essas maravilhosas bolinhas com aromas de diversos perfumes e cores.
Elas são do tamanho de uma moedinha de 25 centavos, eu acho. As amarelas e as rosas são bem enjoativas. A verde e a vermelha pra mim são as melhores. Um colega gay me apresentou as bolinhas. Ele só não disse que se colocar duas de uma vez faz muita lambança. Ele me deu uma vermelha, empolgada e como a gente estava perto do sex shop, entrei e comprei mais duas.
Fui para casa louca para experimentar, realmente esse colega me deixou empolgada, ele me falou que quando ela estoura lá dentro, fica tudo quente, que esse calor é prazeroso e excitante, e para quem está comendo é mais fácil para penetrar porque funciona como lubrificante e dá certo conforto também.
Não sei como ele tinha tanta certeza dos benefícios da bolinha sobre quem está comendo, sendo ele extremamente passivo.
Em casa, aliás, na casa dos pais da Flávia, fomos direto para o quarto e trancamos a porta.
Lá foi tudo muito casual e mecanizado, deitamos na cama e sem rodeios tirei a calcinha dela e fui direto ao que esperava: coloquei com muito cuidado duas bolinhas na bucetinha dela, foi estranho, achei engraçado vê-las sumindo dentro dela, e isso quase cortou nosso barato, também me coloquei no lugar dela por alguns segundos e imaginei que deveria ser muito estranho ter duas bolinhas prestes a estourar dentro da bucetinha.
Quando coloquei meus dedos dentro dela, senti as bolinhas juntas e com muita delicadeza tentei estourá-las. Não foi só encostar para elas estourarem como meu colega tinha dito. Tive de furar com a unha a primeira bolinha, já a outra foi mais fácil, ela se rasgou sozinha enquanto meus dedos entravam e saíam.
Quase imediatamente o quarto foi tomado pelo perfume das bolinhas. Senti aquele líquido meio grosso grudar nos meus dedos, ele escorreu por tudo: saiu da bucetinha dela e de cara manchou os lençóis e o colchão, mas não atrapalhou em nada na transa, isso tudo constatamos depois, bem depois.
Continuamos como de costume, beijos, carícias, chupadas...
Quando nós duas gozamos, tirei minha mão, e, na distração, coloquei a mão toda encharcada na parede branca, no cobertor e nos travesseiros. Foi um desastre. A Flávia se sentou para poder levantar da cama e deixou uma mancha enorme no lençol.
A essa altura e fazendo tamanha desgraça, chegou até a ser engraçado. Mas tivemos que tomar banho, trocar toda a roupa de cama e limpar a parede.
Para nós, a bolinha não acelerou o orgasmo.
Foi normal para mim, que estou acostumada a furar algumas coisas e a ter os dedos constantemente molhados. Para a Flávia, pelo que ela me falou o calor não é tão grande e mudou pouca coisa.
Usamos três ou quatro vezes depois da primeira vez. Fiquei curiosa e quis experimentar sentir uma delas estourando dentro de mim. Compramos uma verde. Ela colocou em mim, enfiou um dedo, foi bastante desconfortável, mas assim que ela começou a me masturbar, a bolinha estourou sozinha e senti o calorzinho bom que ela causa, o cheirinho gostoso que tem, me senti mais úmida que o habitual, gostei muito, gozei e tive um orgasmo muito bom, apesar de estar sendo penetrada.
Concluí também, que a pessoas que tem a bolinha dentro do corpo, são as que mais sentem prazer.
Agora escrevendo este texto, pensei que deve ser mais prazeroso e confortável colocar uma bolinha dentro da bucetinha (ou do ânus) da namorada empurrando ela com a língua. Não sei como nunca pensei nisso antes, sendo tão óbvio e bem mais excitante que empurrá-la com o dedo.
Gostaria que as leitoras (res) fizessem mais comentários, se estão achando bom ou ruim, críticas, perguntas, elogios, dicas, enfim, comentem a vontade!

7 comentários:

Títi disse...

meninas!! eu tenho duas bolinhas aqui e ainda não usei! será que o brinquedinho consegue furar? tipo...agora fiquei mais motivada a usar!hahahaha...beijos

......................................... disse...

Ola Sou a Bette, prazer em conhecê-las. Estive a ler a história das bolinhas e estou me sentindo um pouco dramática em pensar: Dios eu não conheço-as ainda?!rsrs. E olha que eu e minha namorada acabamos de voltar de Amnsterdam, e lá, tem sexyshop como há loja na 25 de março em Sampa. Agora, vou pesquisar e fazer a experiência, nela, claro..kkk. Bjocas!

Kle_z disse...

Ah, antes eu tinha medo de usar as bolinhas, não sei... Acho que o fato de estourar me dava certo nervoso, mas agora, vou tentar convencer a minha namorada.

Blog lindo :]

A vida de uma lésbica disse...

meninas eu ja usei mts vezes mas uma vez tbm passei a mao na parede e n vi q sujo no outro dia minha cunhada perguntou o q era aquilo na parede pense A mentira q falei rsrsrsrsr mas é mt bom usar. bjssss ate

Massagem Terapêutica Sei-Tai disse...

ai. 38 anos e nesse babado todo sou virgih. pura. mas a marida praticamente me intimou. culpa da @indiviDuas - tow temerosa. confesso. penetrações. sempre foi um dedinho. tudo q eu suporto.

Caloura disse...

hi girls
aiai..vou usar hj na minha garota..to tentando parecer menos tensa que ela mas tá foda..espero que dê certo e não seja constrangedor..to mto curiosa!

Anônimo disse...

Aiaii kero mto usa com a minha namorada mais ela ta nervosa com medo de nao estoura so espero ke de td certooo.